sábado, 26 de outubro de 2013

BRASIL DESGRAÇADO - CRIANÇAS DISPUTAM COMIDA COM URUBUS NUM LIXÃO NO PIAUI

Montagem: Espalha Brasa
MPE FLAGRA CRIANÇAS DISPUTANDO COMIDA COM URUBUS EM LIXÃO
Promotores de Justiça do Núcleo Cível de Parnaíba, no Piauí, flagraram crianças trabalhando no lixão da cidade, localizado na BR-402, ontem. Segundo o promotor Cristiano Peixoto, uma inspeção constatou o trabalho infantil além de danos ao meio ambiente. 'Podemos observar que crianças estão vivendo em um ambiente insalubre, correndo sérios riscos de contraírem doenças', disse.
Ainda de acordo com o promotor, um dos casos mais graves foi o de uma mãe que levou os quatro filhos ao lixão. 'Quando chegamos ao lixão percebemos uma mulher com os quatro filhos disputando alimento com os urubus. Eles vivem em condições absurdas, sem o mínimo de higiene', relatou.
O promotor determinou o cadastramento das pessoas que vivem nesse local e das crianças que foram encontradas trabalhando. 'Assim que o Conselho Tutelar enviar o relatório com os dados das famílias, serão tomadas providências para a retirada delas do local. Já sabemos que essas pessoas recebem o benefício do programa Bolsa Família, então o lugar dessas crianças é na escola', pontuou o promotor.
Para a conselheira tutelar Aradir Rodrigues, o poder público precisa tomar uma providência urgente. 'Temos que fazer alguma coisa e rápido. Estamos enviando um relatório para a promotoria e logo em seguida será realizada uma nova reunião na quarta-feira (30) para decidir o que fazer', contou Rodrigues.
O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Parnaíba, que por meio da Secretaria de Serviços Urbanos e Defesa Civil informou que já está sendo feito um estudo para a construção de um novo aterro sanitário, que ficará localizado a cerca de 20 quilômetros da área urbana.
Sobre a atual situação do aterro de Parnaíba, o secretário Paulo Meireles informou que se tratar de um aterro controlado e que a prefeitura mantém vigilância permanente no local. 'No entanto, nós trabalhamos com pessoas e há falhas, mas nós temos procurando aprimorar essa segurança para não permitir a entrada de pessoas no aterro. A prefeitura tem feito um trabalho permanente junto com a Associação de Catadores para conscientizar essas famílias que moram em bairros próximos de lá, mas há essas falhas', disse. (Amazônia – ORM)

Caetano Veloso também posou com o figurino da máscara negra. Declarou ser a favor da paz, mas disse que a existência dos black blocs "faz parte". Quando um artista da magnitude de Caetano emite um sinal tão confuso como esse, não restam dúvidas de que os valores andam perigosamente embaralhados.

Guilherme Fiuza é jornalista e autor de vários livros, entre eles “Meu Nome não é Johnny”, adaptado para o cinema. 
O Brasil virou, definitivamente, um lugar esquisito. A última onda de manifestações reuniu professores em greve (e simpatizantes) por melhores salários para a categoria. Aí os professores cariocas receberam a adesão dos tais black blocs - nome pomposo para um bando de almas penadas em estado de recalque medieval contra tudo. Os professores não só acolheram os depredadores desvairados nas suas passeatas, como declararam, por meio de seu sindicato, que aquele apoio era "bem-vindo".
Deu-se assim o casamento do século: a educação com a falta de educação. Nem a profecia mais soturna, nem a projeção mais niilista, nem as teses do maior espírito de porco conceberiam esse enlace. O saber e a porrada, lado a lado, irmanados sob o idioma da boçalidade.
Mas o grande escândalo não está nessa união miserável. Está na cidade e no país que a cercam. Se o Rio de Janeiro e o Brasil ainda tivessem um mínimo de juízo, o romance entre profissionais do ensino e biscateiros da violência teria revoltado a opinião pública. As instituições, as pessoas, enfim, a sociedade teria esmagado esses sindicalistas travestidos de educadores. O saber é o que salva o homem da barbárie. Um professor que compactua, ou pior, se associa ao vandalismo é a negação viva do saber - é a negação de si mesmo. Não pode entrar numa sala de aula nem para limpar o chão. Continue lendo...

Leia a Coluna da Vera Magalhães, está ótima...

Vera Magalhães, 39, é repórter especial da Folha em São Paulo. É jornalista de política desde 1993. Foi repórter da coluna Painel em Brasília e editora do caderno "Poder".
Dilmalckmin - Pesquisa qualitativa feita em São Paulo que chegou ao Planalto há algumas semanas mostra que os eleitores paulistas registram "identificação" de características de Dilma Rousseff e Geraldo Alckmin (PSDB). Uma das características apontadas em comum entre a presidente e o governador de São Paulo é a de que seriam "realizadores". Chamou atenção ainda que Paulo Skaf, candidato do PMDB ao Palácio do Bandeirantes, aparece bem posicionado no levantamento. 
Vocativo - Um observador notou que Alckmin, com quem Dilma esteve ontem, se refere à petista como "presidenta", enquanto muitos ministros ainda não adotam a forma preferida por ela. 
Sem garoa - A pesquisa levada ao Planalto diz ainda que, se o candidato a presidente pelo PSDB não for o paulista José Serra, Dilma venceria a eleição em São Paulo com grande vantagem. 
RSVP - Dentro da estratégia de se aproximar do PT, Dilma vai participar da posse do novo presidente do partido, que será escolhido em eleições internas em novembro. 
Zen - Na conversa que teve com o senador Cássio Cunha Lima (PB) sobre o palanque paulista no ano que vem, Alckmin explicou que a aliança com o PSB de Eduardo Campos é "natural", uma vez que o partido, comandado no Estado pelo deputado Márcio França, está em seu governo desde o primeiro dia. 
 Lado a lado - Alckmin e Aécio Neves vão participar juntos de um evento no périplo do senador mineiro por São Paulo. Hoje, a dupla vai ao almoço de aniversário do deputado federal Guilherme Mussi (PP-SP), na cidade de Capão Bonito. Foram convidadas 2.000 pessoas. 
Velha guarda - Lula almoçou ontem com os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) e com o chefe da Casa Civil do governo do DF, Swedenberger Barbosa. Os três integravam a "cozinha" do Planalto no governo do ex-presidente. 
Antecipado - O almoço, que reuniu também assessores do Instituto Lula, foi uma espécie de prévia do aniversário do antecessor de Dilma, que será celebrado amanhã. 
Ondas - Tucanos acreditam que a disparada de Campos nas pesquisas após sua aliança com Marina Silva refluiu. Levantamento do instituto Sensus encomendado pelo PSDB mostra o pessebista com 10% e Aécio com 18%. Dilma tem 37%. 
Milhagem - Em seu esforço para rodar o país, José Serra pediu ajuda a parlamentares do PSDB para articularem eventos e palestras em seus respectivos Estados. Um dos alvos é o Espírito Santo. 
Habitat natural - Em entrevista para o documentário "Eu maior", que estreia em novembro, Marina descreve o que seria um "toque de felicidade": "Tocar sem medo o lombo do bicho-preguiça, da cabeça até o rabo. É tão fofinho", respondeu, sorrindo. 
Quadro 1 - Ricardo Schumann é o novo chefe de gabinete de Simão Pedro (PT) na Secretaria de Serviços paulistana. Ele foi um dos personagens do escândalo de quebra de sigilo bancário que derrubou Antonio Palocci em 2006. 
Quadro 2 - À época, Schumann disse à Polícia Federal que recebeu ordem do presidente da Caixa, Jorge Mattoso, para violar o sigilo do caseiro Francenildo Costa. 
Visita à Folha - Luiz Alberto Figueiredo, ministro das Relações Exteriores, visitou ontem a Folha. Estava acompanhado de Nelson Antonio Tabajara de Oliveira, embaixador, e de Helena Maria Gasparian, conselheira. 
com ANDRÉIA SADI e BRUNO BOGHOSSIAN - tiroteio
"Os tucanos deveriam se envergonhar dos investimentos em mobilidade. Dilma aplicou R$ 21 bilhões, e FHC, menos de R$ 5 bilhões." 
DE EDINHO SILVA, deputado estadual e presidente do PT-SP, comparando gastos da gestão petista e dos governos tucanos em transporte no Estado. ]
contraponto - Tudo que sei é que nada sei
A Câmara Municipal de Campina Grande (PB) discutia, no início dos anos 1960, uma questão polêmica que dividiu os vereadores. O presidente da Casa era o experiente Pedro Sabino, político da UDN com quatro mandatos, membro de uma família tradicional na cidade. 

A votação empatou e coube a ele a missão, prevista no regimento, de decidir a questão.
--O que o senhor decide? --questionou um colega.
--Pois eu decido que não decido! --disse o presidente, encerrando a sessão em seguida, sem o resultado.
O episódio até hoje é citado pelos políticos do Estado.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

TUDO DE MENTIRINHA: CÂMERAS DO JATENE NÃO FILMAM DE NOITE, SÓ DE DIA QUANDO O LADRÃO ESTÁ RONCANDO NA REDE DELE

NICOLAU DIZ QUE SISTEMA DE MONITORAMENTO EM SANTARÉM É UMA FRAUDE
Vereador Nicolau do Povo denuncia "maquiagem" no sistema de monitoramento implantado pelo Estado

Dois meses depois de iniciada a implantação de câmeras de monitoramento em várias esquinas e ruas de Santarém, o vereador Nicolau do Povo (PP) durante a sessão na Câmara de Municipal, na manhã de quarta-feira, 23, demonstrou indignação com aquilo que chamou de “MAQUIAGEM” por parte do governador do estado, Simão Jatene (PSDB).
A bola da vez são as câmeras de monitoramento espalhadas pela cidade e que soaram como grande investimento do governo Simão Jatene em Santarém. Porém, a realidade é lastimável.
Nicolau do Povo disse que foi cobrado por comerciantes do centro da cidade, para que fosse ao prédio do Núcleo Integrado de Operações (NIOP) e solicitar imagens da área central de Santarém, no intuito de que a Polícia identifique os vândalos que andam destelhando lojas para realizarem furtos no período noturno. “Fui até o NIOP e pedi que averiguassem as filmagens e identificassem os bandidos”, disse o Vereador. 
Para sua surpresa, Nicolau revela que as câmeras de segurança não conseguiram capturar as imagens dos estabelecimentos, com a justificativa de que os aparelhos não possuem infravermelho, portanto, não conseguem alcançar locais com baixa luminosidade. Continue lendo...

Projeto Saúde Alegria ganhou o prêmio Visionaris de Empreendimento Social 2013

Eugenio Scannavino Netto, máster da Ong Projeto Saúde Alegria que desenvolve um excelente trabalho em comunidades no centro da Amazônia, região do Tapajós, ao receber o prêmio Visionaris de Empreendimento Social 2013" do Banco UBS – Eugênio é médico e brilhantemente conduz a Ong que vem revolucionando a vida dos caboclos da Amazônia, com muitas conquistas de cidadania. 
(Perfil do Eugênio no Facebook) 

PARECE COISA DO PASSADO - PM ALOPROU COM PROFESSORES


DILMA FECHA COM JADER: EM 2014 NO PARÁ, É HELDER NA CABEÇA!

DILMA SENTA COM JADER E DEFINE ALIANÇA PT PMDB EM 2014
Em um jantar no Palácio da Alvorada na noite desta quinta (24), o vice presidente Michel Temer e o presidente do senado Renan Calheiros e o senador Jader Barbalho PMDB-PA, fecharam com a presidente Dilma Rousseff um acordo para que o PT apoie Helder Barbalho PMDB para governador.
Na troca o PT fica com a vaga para o senado, que deve ser de Paulo Rocha PT. Helder foi o coordenador no Pará, da campanha vitoriosa do primeiro mandato de Dilma, agora a presidenta retribui o apoio ao jovem, turbinado sua corrida rumo ao governo do Pará.
Os tucanos reagiram com certo receio sobre a aliança PT/PMDB, fontes confirmam que Jatene engatilhou o plano ‘B’, que tem como ator principal, o atual Secretário de Ação Social, o ex-prefeito de Paragominas Adnan Demachki.  

GOVERNO DO PARÁ TURRÃO, TEM DIFICULDADE EM NEGOCIAR O FIM DA GREVE

SINTEPP MANTÉM OCUPAÇÃO 
Professores em greve permanecem no prédio da Seduc. Ontem, a PM impediu a entrada de mantimentos lançando spray de pimenta contra grupo.
Professores que tentavam levar água e comida para o grupo que ocupa, desde quarta-feira (23), o prédio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), na rodovia Augusto Montenegro, foram impedidos de entrar pela Polícia Militar. A tropa de choque da PM usou spray de pimenta para dispersar manifestantes que se aproximavam do portão. O uso do artefato pelos militares revoltou os professores que se mantiveram durante todo o dia mobilizados em frente à Seduc.
Cerca de150 militantes ainda ocupam o prédio da Secretaria de Educação. Houve tumulto quando um veículo com comida e água mineral foi barrado pelos militares que estavam no portão. Professores, estudantes, servidores da Seduc e jornalistas foram atingidos por spray de pimenta, mas ninguém precisou de atendimento médico.
Os professores interditaram a Augusto Montenegro durante três horas, provocando um grande congestionamento. Segundo a categoria, a ocupação da Seduc tenta pressionar o governo do Estado a reabrir a negociação com os professores, em greve há 32 dias. A tropa de choque chegou ao local às 5 horas da manhã e passou a impedir o acesso ao prédio.
"A gente quer que vocês recuem para ser liberada a entrada da alimentação. Enquanto estiver conglomerado, não vamos permitir", disse o tenente-coronel Leão Braga, comandante da tropa. Continue lendo...

Preocupa ver magistrados aceitando a tese de que o quebra-quebra, o vandalismo e a depredação são manifestações legítimas de contestação social

Editorial Gazeta do Povo PR 
A ILUSÃO DO “DIREITO À DESTRUIÇÃO”  
GAZETA DO POVO - PR - 25/10
No Rio de Janeiro, manifestação contra o leilão do pré-sal termina em quebra-quebra e confronto com a Força Nacional. No interior paulista, um laboratório é invadido por ativistas para o resgate de cães usados como cobaias (os ratos foram deixados no local). Em São Paulo, a Reitoria da Universidade de São Paulo é invadida e depredada. Não há como desconsiderar certas similaridades entre o terrorismo e os atos de violência que vêm se repetindo país afora por black blocs e demais vândalos. Assim como o terror justifica a destruição e a matança como instrumentos de pressão política contra o que se considera injusto ou contrário às suas convicções, ocupações e depredações presenciadas pelos brasileiros ocorrem supostamente em nome de objetivos revestidos com embalagens de nobres causas.
Tão condenável quanto à violência em si é a construção de um arcabouço intelectual e jurídico que justifique a baderna como meio legítimo de protesto. No dia 10, denunciamos neste espaço o apoio dos ambientes acadêmicos ao vandalismo. Para piorar o quadro, agora percebe-se que há juízes compreensivos e dispostos a dar proteção aos vândalos eventualmente presos em flagrante. Com certeza, suas ordens de soltura sem nem mesmo esperar a conclusão dos devidos inquéritos – e consequente abertura de processo criminal – representam um salvo-conduto que alimenta, pela impunidade, a multiplicação dos atos de violência. Continue lendo...

IBOPE MOSTRA QUE DILMA VENCE AÉCIO E CAMPOS NO 1° TURNO

IBOPE MOSTRA DILMA COM 41%, AÉCIO, COM 14% E CAMPOS COM 10%

Em todos os cenários pesquisados, atual presidente venceria no 1º turno. Nas simulações de segundo turno, ela também superaria todos os rivais.

Do G1, em Brasília 
Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (24) indica que a presidente Dilma Rousseff tem 41% das intenções de voto e venceria no primeiro turno se a eleição de 2014 fosse hoje e os adversários fossem o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), no cenário que atualmente seria o mais provável.
Nessa hipótese, Aécio soma 14% das intenções de voto e Campos, 10%. As opções por voto nulo ou branco acumulam 22% e outros 13% disseram que não sabem em quem votar ou não responderam.
Gráfico pesquisa Ibope presidente (Foto: Editoria de Arte / G1)
O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre as últimas quinta (17) e quarta (23) em 143 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Isso quer dizer que a intenção de voto em Dilma (41%), por exemplo, pode variar na faixa entre 39% e 43%.Outros cenários
Em todos os demais cenários, Dilma também venceria no primeiro turno.
No cenário no qual o candidato do PSB seria a ex-senadora Marina Silva, em vez do governador Eduardo Campos, o resultado seria o seguinte:
- Dilma Rousseff: 39%
- Marina Silva: 21%
- Aécio Neves: 13%
- Brancos/nulos: 16%
- Não sabe/não respondeu: 11%

No cenário em que o candidato do PSDB é o ex-governador de São Paulo José Serra e o do PSB, Eduardo Campos:
- Dilma Rousseff: 40%
- José Serra: 18%
- Eduardo Campos: 10%
- Brancos/nulos: 19%
- Não sabe/não respondeu: 12%

Com Marina como candidata do PSB e Serra como candidato do PSDB, o Ibope apurou o seguinte resultado:
- Dilma Rousseff: 39%
- Marina Silva: 21%
- José Serra: 16%
- Brancos/nulos: 15%
- Não sabe/não respondeu: 10%
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, Dilma venceria todos os demais adversários. Veja abaixo:
- Dilma Rousseff: 47%
- Aécio Neves: 19%
- Branco/nulo: 22%
- Não sabe/não respondeu: 11%

- Dilma Rousseff: 42%
- Marina Silva: 29%
- Branco/nulo: 18%
- Não sabe/não respondeu: 11%


- Dilma Rousseff: 45%
- Eduardo Campos: 18%
- Branco/nulo: 24%
- Não sabe/não respondeu: 14%
- Dilma Rousseff: 44%
- José Serra: 23%
- Branco/nulo: 20%
- Não sabe/não respondeu: 13%
Espontânea
Confira abaixo o resultado na parte da pesquisa em que o Ibope apurou a intenção de voto espontânea, na qual o pesquisador simplesmente pergunta em quem o eleitor votaria se a eleição fosse hoje, sem apresentar uma lista de candidatos:
- Dilma Rousseff: 21%
- Lula: 7%
- Marina Silva: 6%
- Aécio Neves: 5%
- José Serra: 4%
- Eduardo Campos: 2%
- Outros com menos de 1%: 1%
- Branco/nulo: 13%
- Não sabe/não respondeu: 40%

Rejeição
A taxa de rejeição (percentual de eleitores que disse que não votaria no candidato de jeito nenhum) está distribuída da seguinte maneira, segundo o Ibope:

- José Serra: 47%
- Aécio Neves: 40%
- Eduardo Campos: 39%
- Dilma Rousseff: 38%
- Marina Silva: 31%

Pesquisa anterior
Em pesquisa Ibope anterior, divulgada em 26 de setembro pelo jornal "O Estado de S. Paulo", Dilma aparecia com 38%. Mas, naquela ocasião, a ex-senadora Marina Silva ainda não havia se filiado ao PSB de Campos – ela cogitava concorrer pela Rede Sustentabilidade, partido cujo registro foi negado no início deste mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Naquela pesquisa, Marina tinha 16%, Aécio, 11%, e Campos, 4%. (G1- Brasília)

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Jajá 'imbirrento' não paga o que os professores querem, mas abre o cofre do povo para a mídia milionária


PF: OPERAÇÃO DUPLA FACE - DEZESSETE PRESOS EM FOZ DO IGUAÇU E UM NO PARÁ

Foto: Guiamedianeira
PF DESARTICULA QUADRILHAS DE CONTRABANDISTAS E PRENDE 35 PESSOAS EM FLAGRANTE
Ivan Richard, Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de hoje (24), em Foz do Iguaçu (PR) e em mais três cidades, uma operação para desarticular organização criminosa acusada da prática dos crimes de contrabando e descaminho, principalmente de cigarros provenientes do Paraguai. Segundo a PF, a soma dos tributos evadidos e multas decorrentes superam R$ 40 milhões. Durante a Operação Dupla Face, realizada em parceria com a Receita Federal, foram cumpridos 18 mandados de prisão preventiva e 21 de busca e apreensão nas cidades paranaenses de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu e Medianeira e, também, em Belém (PA). A Polícia Federal explicou, ainda, que para evitar que os produtos contrabandeados passassem por pontos de fiscalização na BR 277, a quadrilha usava uma espécie de “batedores”. Ou seja, carros iam na frente dos caminhões repassando informações sobre operações da polícia. Além disso, segundo a PF, servidores públicos e pessoas que trabalhavam na rodovia foram cooptados pelo grupo. Leia mais na Agência Brasil.

GOVERNO VAI CONTROLAR PREÇOS NA COPA DE 2014

GLEISI DIZ QUE FARÁ TUDO CONTRA PREÇOS ABUSIVOS NA COPA
Rafael Moraes Moura e Tânia Monteiro

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse nesta quinta-feira que o governo federal vai utilizar “tudo que tem ao seu alcance” para evitar abuso de preços na rede de hotelaria e nas passagens áreas para a Copa do Mundo de 2014. A ministra participou na manhã desta quinta da 1ª Reunião do Comitê de Acompanhamento de Preços, Tarifas e Qualidade de Serviços para a Copa do Mundo. “Nós queremos entrar num acordo com essas empresas, ou seja, que elas possam oferecer um preço bom e justo. Se nós tivermos abuso de preço, o Estado brasileiro vai tomar as providências, sim. Vai utilizar de tudo que tem ao seu alcance para que a gente possa ter um equilíbrio nos preços”, afirmou a ministra a jornalistas, após participar de cerimônia de anúncio de investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2) no Palácio do Planalto. A reunião do comitê ocorreu antes da solenidade do PAC. Criado por determinação da presidente Dilma Rousseff, o comitê é composto, além da Casa Civil, pelos ministérios do Esporte, Justiça, Turismo e a Secretaria de Aviação Civil (SAC), com a participação dos ministérios da Fazenda (Receita Federal e Secretaria de Acompanhamento Econômico) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

DECRETO APROVADO BARRA AS QUATRO VAGAS DE DEPUTADO FEDERAL QUE O PARÁ TERIA DIREITO NO CONGRESSO

PARA VALER, DECRETO LEGISLATIVO AINDA PRECISA SER APROVADO PELOS DEPUTADOS

Resolução diminuiria bancadas de al, es, pe, pa, rj, rs, pb e pi.
Priscilla Mendes - Do G1, em Brasília
O Senado aprovou nesta terça-feira (22) um projeto de decreto legislativo que suspende os efeitos da resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que altera a quantidade de deputados federais de 13 estados nas eleições de 2014. Para valer, no entanto, a decisão dos senadores ainda precisa ser aprovada também pela Câmara.
Se for aprovado pelos deputados, o decreto legislativo derruba a resolução emitida em abril pelo TSE que alterou o número de deputados com base nos dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
deputados por unidade da federação (Foto: Editoria de Arte / G1)
Pela resolução do TSE, os estados de Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul perderiam um deputado cada. Paraíba e Piauí perderiam duas cadeiras.
Por outro lado, alguns estados seriam favorecidos: Amazonas e Santa Catarina ganhariam um deputado enquanto Ceará e Minas Gerais passariam a ter mais dois. O Pará seria o maior beneficiado, passado de 17 cadeiras para 21. O estado de São Paulo continuaria com 70 cadeiras.
A última alteração nas bancadas, que estabeleceu o total de 513 cadeiras,  foi feita em 1993. A decisão do TSE também teria impacto nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal.
De acordo com o autor do decreto, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), o TSE agiu de forma inconstitucional. Ele disse que, segundo a Constituição, a quantidade de representantes deve ser estabelecida por lei complementar. “Esse tipo de norma é de iniciativa exclusiva do Legislativo, sem possibilidade de delegação da decisão a outro Poder”, disse.
Proposta de nova divisão
Lopes também é autor de uma lei complementar que trata do tema e que está em tramitação da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. O texto também altera a bancada de 13 estados, mas distribui os 513 deputados de uma forma diferente porque se baseia nos dados demográficos divulgados em 2012 pelo IBGE e não de 2010, conforme utilizado pelo TSE.
O Rio de Janeiro, estado do senador Eduardo Lopes, perderia 1 cadeira na divisão proposta por ele. O Pará teria 4 cadeiras a mais; Minas Gerais e Amazonas, duas e Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará, uma. Já a Paraíba e o Piauí perderiam dois deputados enquanto Paraná, Pernambuco, Espírito Santo e Alagoas perderiam um.
(Correção: no momento em que foi publicada, esta reportagem informava que, pelo projeto do senador Eduardo Lopes, o RJ seria o maior beneficiado, ganhando 7 cadeiras, conforme inicialmente demonstrado por sua assessoria no texto da proposta. Mais tarde, porém, a assessoria corrigiu o documento, alegando que houve erro de digitação. A informação foi corrigida às 20h30).
A legislação em vigor estabelece que o número de deputados de cada bancada deve ser definido no ano anterior às eleições. Além disso, determina que a Câmara deve ter 513 deputados e, cada estado, entre 8 e 70 cadeiras, a depender do tamanho da população.
"Quando o Congresso não cumpre seu dever, o Judiciário ou faz cumprir ou cumpre. O dever e a obrigação do Congresso é a cada quatro anos ter uma lei complementar aprovada determinando exatamente essa distribuição", disse o senador. (G1 Brasília)

GREVE DOS PROFESSORES - CONFUSÃO NA EDUCAÇÃO DO PARÁ

Prédio da Seduc na rodovia Augusto Montenegro - Foto Diário do Pará
PROFESSORES EM GREVE PASSARAM A NOITE NO LOCAL E DEVEM FAZER ASSEMBLEIA HOJE PARA DECIDIR SE AÇÃO CONTINUA
Em greve há mais de 30 dias, os professores da rede estadual de ensino estadual decidiram praticar atos mais radicais para chamar a atenção do governo e da sociedade. Anteontem fecharam a Alça Viária, no final da manhã de ontem ocuparam a sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), na rodovia Augusto Montenegro. Os grevistas dizem que pretendem reabrir canais de negociação com o governo do Estado, que afirma ter atendido todas as reivindicações possíveis da pauta. Os manifestantes permaneceriam no prédio durante a noite e uma assembleia hoje deve decidir se a ocupação continua.
A "Marcha da Educação" teve início na manhã de ontem, na praça do Operário, como mais uma ação do movimento grevista dos educadores. Quando a passeata chegou à sede da Seduc, ato público realizado em frente ao órgão se transformou em ocupação, no final da manhã. Muitos professores armaram barracas e providenciaram quentinhas para o almoço. "Nosso objetivo principal é retomar a negociação. Passaremos a noite aqui e esperamos uma posição do governo", informou Silvia Letícia, coordenadora do Sintepp.
Apesar de a ocupação ter sido considerada pacífica e ordeira, a Seduc registrou um boletim de ocorrência, alegando danos ao patrimônio público, pois, de acordo com funcionários, no momento da ocupação, o servidor da rede de computadores da secretaria foi danificado, deixando o órgão sem acesso à internet. Uma equipe do Instituto de Perícias Científicas Renato Chaves periciou o item ainda ontem. O desligamento brusco da central pode ter ocasionado danos ao banco de dados e aos sistemas acadêmico, financeiro e administrativo. Continue lendo...

A sondagem eleitoral é um termômetro que afeta a temperatura do paciente. Cada leva de resultados torna-se um fato político, influindo nas campanhas e, eventualmente, nas inclinações do eleitorado.

Editorial O Estadão
QUEREM CEGAR O ELEITOR 
O Estado de S.Paulo - 24/10

Sete anos depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir por unanimidade ser inconstitucional - por ferir o princípio do direito à informação - uma lei do Congresso que pretendia proibir a divulgação de pesquisas eleitorais nos 15 dias anteriores à votação e até o seu encerramento, eis que os políticos voltam à carga. Desta vez, escaldados, querem que a própria Carta permita cegar o eleitor quando mais ele precisa estar de olhos abertos. Proposta de emenda constitucional (PEC) nesse sentido, de autoria do senador catarinense Luís Henrique da Silveira, do PMDB, entrou na pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. O relator da matéria, Randolfe Rodrigues, do PSOL do Amapá, embora tenha dado parecer favorável à PEC, admitiu mudar de ideia.
Os defensores da censura alegam que as pesquisas na reta final das campanhas representam uma interferência indevida na intenção dos eleitores, influindo na sua decisão final. Na realidade, o que eles querem, em bom português, é cantar vitória antes da hora para atrair o voto dos incautos, sem o risco de serem desmentidos pelos números levados a conhecimento público. Especialistas do setor argumentam que são poucos os eleitores que se deixam guiar pelos resultados das sondagens. Mas, fossem eles muitos, qual seria o problema? Simplesmente não há nada de errado quando o eleitor leva em conta as pesquisas - como tantas outras coisas, a exemplo das opiniões de pessoas que preza - para firmar (ou redefinir) a sua escolha. Nem poderia ser de outra forma. Continue lendo...

INVASÃO DO ROYAL É CRIME, DIZ MINISTRO

MINISTRO DIZ QUE INVASÃO DE ATIVISTAS AO INSTITUTO ROYAL FOI “UM CRIME”
Jorge Wamburg - Repórter da Agência Brasil
Brasília - O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, condenou nesta quarta (23), na Câmara dos Deputados, a invasão do Instituto Royal, em São Paulo, por ativistas de direitos dos animais. Para o ministro, o episódio, ocorrido na sexta-feira (18) passada, foi um “crime”. No incidente, os militantes retiraram do local 178 cachorros da raça beagle que eram usados em pesquisa científica.
"Essa invasão é um crime. Foi feita à revelia da lei. Quando se discutiu a legislação, discutiu-se também a necessidade que a comunidade científica tem - tanto as agências públicas, as universidades como as empresas - de fazer testes com relação a novos medicamentos. Em todo o mundo é assim. Não é só no Brasil não."
Raupp foi à Câmara dos Deputados para participar de audiência pública conjunta de comissões temáticas da Casa sobre o Projeto de Lei do Código Nacional de Ciência e Tecnologia (PL 2.177/2011) que teve parecer apresentado hoje pelo relator, deputado Sibá Machado (PT-AC). Segundo o ministro, pela sua importância, trata-se de uma “miniconstituinte da Ciência e Tecnologia”, que vai dar um grande impulso ao setor no país.
Ficou decidido que a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados vai pedir ao colégio de líderes, na próxima semana, para colocar em votação no plenário o projeto de lei. A votação na comissão também ficou para a próxima semana, mas antes o relator vai se reunir com representantes de ministérios que participaram da audiência – Educação; Ciência, Tecnologia e Informação; Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e Defesa - para discutir alterações no substitutivo que apresentou, acolhendo pontos considerados importantes por esses setores. (Edição: Davi Oliveira)

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

TORNEIO IPSC - SANTARENOS VÃO ATIRAR EM MANAUS

Reinaldo Leal da esqueda para a direita e seua amigos do Clube de Tiro Tapajós
ATIRADORES DE SANTARÉM EM MANAUS
Neste fim de semana deve acontecer em Manaus um torneio interestadual de Tiro Prático de modalidade desportiva conhecida como IPSC (arma curta: revólver, pistola e arma longa: rifle,carabina e espingarda).
Os atletas santarenos Reinaldo, Alessandro, Mizael e Omar do Clube de Tiro Tapajós deverão participar da competição na capital do Amazonas. Os atletas devem competir com atiradores do Brasil inteiro.
O tiro prático no Brasil é a união de várias modalidades nacionais e internacionais, sendo dirigido e organizado pela Confederação Brasileira de Tiro Prático, sucessora da Associação Brasileira de Tiro Prático fundada em 1989 pela Federação Gaúcha de Tiro Prático, Federação Paranaense de Tiro Pratico e Federação Paulista de Tiro Prático.
A estas 10 entidades juntaram-se outras, perfazendo um total de 23 Federações, cerca de 303 clubes e aproximadamente 4218 atletas registrados até a data de hoje. O Clube de Tiro Tapajós está crescendo, há hoje uma procura muito grande por esta prática esportiva. 

A cobertura florestal vem diminuindo de forma contínua. Até o fim do século teremos perdido quase um quarto das florestas

Tasso Azevedo é formado em engenharia florestal e atua como consultor do Ministério do Meio Ambiente em questões de clima e florestas.
Estou na Indonésia para reunião de líderes das agências florestais dos países com maior área florestal do planeta, como Rússia, Brasil, Canadá, Estados Unidos, China, Congo, Indonésia, Peru e Austrália. Juntos representam quase 70% da área florestal do planeta.
Os grandes maciços florestais têm importância crucial para manter a vida no planeta e principalmente regular o clima. São responsáveis por 2/3 da formação das nuvens que precipitam sobre os continentes e, portanto, provêem a maior parte de nossa água doce.
De todo carbono que emitimos para atmosfera, cerca de 28% são capturados pelas florestas, mais do que os oceanos (26%), que ocupam uma área 10 vezes maior.
O planeta tem cerca de 4 bilhões de hectares de floresta, sendo ¾ de florestas em zonas temperadas e ¼ em áreas tropicais, metade delas no Brasil.
A cobertura florestal vem diminuindo continuamente nos últimos séculos. Segundo dados da FAO, há uma perda anual líquida (áreas desmatadas x áreas reflorestadas ou recuperadas) da ordem de 0,2% da cobertura florestal por ano.
Neste ritmo, até o fim do século teremos perdido quase 1/4 das floretas remanescentes do planeta.
Uma perda desta magnitude resultaria em um colapso da disponibilidade de água para consumo humano, agricultura e geração de energia e um aumento de 10% na concentração de CO2 na atmosfera.
O grupo de líderes das agências florestais — não mais do que 20 pessoas — se reúne anualmente há oito anos com intuito de trocar experiências sobre os desafios que enfrentam, sendo o maior deles a sensibilidade das florestas às mudanças climáticas.
Se por um lado as florestas têm um papel crucial para sugar parte do carbono que estamos emitindo para a atmosfera, e este é seu lado heroico da história, por outro lado as florestas são vitimas das mudanças climáticas que têm aumentado de forma assustadora a intensidade, magnitude e frequência de pragas (como besouro do pinheiro) e de grandes incêndios florestais.
Estes fenômenos podem acelerar a perda da cobertura florestal e a efetividade de regulação climática das florestas.
Dependendo do cenário futuro de aumento de temperatura e concentração de carbono na atmosfera, as florestas reagirão de maneira diferente — e este é o dilema central dos gestores florestais que, por dever de oficio, têm que tomar decisões de manejo (plantar, colher, manejar, proteger...) que terão os resultados medidos décadas à frente, pelos seus sucessores.
Poucas profissões têm tão presente o sentido prático do cuidado com as futuras gerações. (Tasso Azevedo é engenheiro florestal)

CASO AMARILDO CONTINUA NA CRISTA DA ONDA - POLICIAIS FORAM AFASTADOS

PM DO RIO AFASTA 15 POLICIAIS ACUSADOS DE PARTICIPAR DE TORTURA DE AMARILDO
Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – A Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro afastou de suas funções os 15 policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha acusados de participar da tortura do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza no dia 14 de julho. Os agentes foram denunciados ontem (22) pelo Ministério Público (MP), que acredita que Amarildo tenha morrido depois de 40 minutos de tortura nos fundos da sede da UPP.
Entre os denunciados, três tiveram prisão preventiva decretada ontem pela Justiça: os sargentos Reinaldo Gonçalves e Lourival Moreira e o soldado Vagner Soares do Nascimento. Além do crime de tortura, eles respondem por ocultação de cadáver e formação de quadrilha.
Quatro dos denunciados são acusados de fazer a vigilância da UPP para impedir que qualquer pessoa testemunhasse a sessão de tortura e, portanto, de participar diretamente dos crimes de tortura e ocultação de cadáver. Oito policiais, que estavam dentro da sede da UPP, são acusados de omissão diante do crime, já que, de acordo com o MP, eles ouviram a tortura e não fizeram nada para impedi-la.
Dez policiais militares já haviam sido denunciados pelos crimes de tortura, ocultação de cadáver e formação de quadrilha e já estão presos. Quatro desses PMs também são acusados de fraudar o processo, ao tentar enganar a investigação e colocar a culpa da morte de Amarildo em criminosos comuns da Rocinha. Nesse grupo estão o ex-comandante da UPP, major Edson Santos, e o ex-subcomandante da unidade tenente Luiz Medeiros.
A Polícia Militar informou que respeita a decisão da Justiça em relação à decretação da prisão de mais três acusados, mas ainda não recebeu o mandado de prisão. (Edição: Graça Adjuto)

DEU NO DIÁRIO DO PARÁ: "PREFEITO TEM 24 HORAS PARA DEMITIR PARENTES"

TUCURUÍ/PA - MP QUER DEMISSÃO IMEDIATA DE PARENTES DE PREFEITO
Os promotores de justiça Francisca Suência de Sá, Amanda Lobato, Adriana Ferreira e Francisco Teixeira, das promotorias de Tucururí e Novo Repartimento, ajuizaram ação civil pública contra o prefeito Sancler Antônio Ferreira e os demais servidores públicos da prefeitura. 
O Ministério Público pede à 1 ª Vara Cível que seja concedida a liminar para declarar nulas as nomeações de servidores do município que sejam parentes do prefeito e obriga a gestão a exonerar imediatamente todo e qualquer servidor público e municipal que se encontre ocupando cargo de confiança ou comissionado que se enquadre no conceito de nepotismo.
O MP estipula o prazo de 24 horas para o cumprimento da ação e a multa para o descumprimento é de cinco mil reais por dia com relação a cada servidor não exonerado (contratato por meio que caracterize prática de nepotismo) e por cada servidor que venha ser contratado ou recontratado nessa situação.
De acordo com a ação, desde o ano de 2009, o prefeito Sancler Ferreira vem praticando nepotismo na prefeitura, empregando familiares em cargos públicos para exercerem cargos de confiança.
Na ação por improbidade administrativa, o Ministério Público pede a suspensão dos direitos políticos do prefeito, perda da função pública do prefeito e servidores, proibição de contratar pelo Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais direta ou indiretamente por três anos e a condenação dos requeridos a pagar os custos processuais. (DOL com informações do Ministério Público)

RUSSIA ENDURECE E DECIDE NÃO LIBERTAR ECOCHATOS DO GREENPEACE

Ana Paula Maciel, 31 anos
RÚSSIA REJEITA DECISÃO DE TRIBUNAL INTERNACIONAL PARA LIBERTAR ATIVISTAS
Da Agência Brasil *
Brasília – A Rússia rejeitou nesta quarta (23) a arbitragem do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar para libertar 28 ativistas do Greenpeace detidos no Ártico, quando realizavam um protesto em barco de bandeira holandesa, em águas internacionais. Entre os detidos na Rússia está a brasileira Ana Paula Maciel, 31 anos.
“A Rússia comunicou à Holanda e ao Tribunal Internacional do Direito do Mar que não aceita a arbitragem no caso do barco Artic Sunrise”, informou o Ministério dos Assuntos Exteriores russo, em comunicado.
Segundo Moscou, em 1997, quando ratificou a Convenção das Nações Unidas (ONU) sobre o Direito do Mar, a Rússia fez a ressalva de que não aceitaria os procedimentos de arbitragem com decisões vinculantes em contenciosos sobre o exercício dos direitos soberanos e jurisdicionais”. A Rússia declarou, contudo, estar disponível para encontrar uma solução para o problema.
A Holanda apresentou um recurso de arbitragem ao Tribunal Internacional dos Direitos do Mar, com sede em Hamburgo, na Alemanha, por considerar que a libertação dos detidos na Rússia é um caso urgente.
No dia 18 de setembro, 28 ativistas da Greenpeace, um operador de câmera e um fotógrafo foram detidos pela guarda costeira russa, que abordou o barco da organização. Pouco antes, dois ativistas haviam subido em uma plataforma petrolífera do consórcio russo Gazprom, com o objetivo de denunciar os danos ao Ártico, resultantes da extração de petróleo.
Os detidos, que estão em prisão preventiva até, pelo menos, 24 de novembro, estão sujeitos a pegar penas que podem chegar a 15 anos de prisão. Até agora, todos os recursos para aguardarem o julgamento em liberdade impetrados pelos ativistas foram recusados. (* Com informações da Agência Lusa   //   Edição: Denise Griesinger)

terça-feira, 22 de outubro de 2013

O PSB, sob a presidência de Eduardo Campos, foi o primeiro a levar a reação às vias de fato. Parte do PDT, onde se abriga o senador Cristovam Buarque, ele próprio um ex-candidato a Presidente da República, ameaça impedir o adesismo precoce.

Rosângela Bittar é jornalista e chefe da Redação, em Brasília do Valor Econômico. 
A entrevista do ex-presidente Lula ao El Pais, no fim de semana, em que tece críticas ao Partido dos Trabalhadores, revela que o ex-presidente mantem-se em forma na esperteza. Quis claramente dar uma satisfação aos partidos aliados, até o pescoço insatisfeitos e desconfortáveis na aliança de governo com a persistente hegemonia do PT que, entra eleição, sai eleição, não cede um milímetro de todos os seus quinhões. Principalmente neste momento de definição de alianças estaduais para 2014.
Poucas vezes um chefe político foi tão claro numa mensagem, aparentemente ao seu partido, para efeito de mudanças de comportamento, correção de rotas e indicações para o futuro. Mas o efeito esperado é para fora (aliados), não para dentro (PT). "Gente mais ideológica trabalhava de graça, de manhã, tarde, noite", lembrou ele, na entrevista, sobre o início do PT, nos anos 80. "Agora você faz uma campanha e todo mundo quer cobrar. Algumas pessoas querem muito um lugar no Congresso, outras um cargo público...", lamentou.
Lamentou? À parte o fato de que foi com o ex-presidente que a militância petista ingressou na era da cobrança de honorários para militar, na fase de apego maior aos cargos, na voracidade da tomada dos meios, inclusive com disputas fratricidas pela ocupação de nichos conquistados antes por outras facções, para alguém servirá o recado de Lula. Na verdade jogou o ex-presidente para a arquibancada, deu uma satisfação aos aliados que já debandaram ou ameaçam debandar.
A cada entrevista do ex-presidente, contradições e descompromissos jorram por todos os lados, sem surpreender mais a ninguém. Mas não é preciso coerência ou compromisso para o discurso de Lula, que não cola no PT mas o partido acha que tem que colar nos outros. No fundo não quer perder os aliados, sobretudo à esquerda, que ainda lhe dão um lustre ideológico. Continue lendo...

BELÉM: POLÍCIA CIVIL DESVENDA O CASO DO ASSASSINATO DE LUIGI VASCONCELLOS

Casa da família onde ocorreu o crime
EMPREGADA É SUSPEITA DE PLANEJAR MORTE DE ADVOGADO
Trinta e cinco dias foram suficientes para a Polícia Civil do Pará desvendar o crime em que foram vítimas os advogados Luiz Carlos Horácio de 68 anos, atingido na perna e no braço, e o filho dele Luigi Vasconcellos Freire, de 37 anos, que levou um tiro na cabeça e acabou morrendo a caminho do Hospital Metropolitano, em Ananindeua.
Depois de investigações profundas, a polícia chegou até a identificação dos acusados, que acabaram presos nesta segunda-feira (21), no município de Tucumã, na região sul do Pará, onde estavam escondidos após o crime contra os advogados.
O crime aconteceu no dia 15 de setembro passado, em pleno domingo, quando quatro pessoas invadiram a casa dos advogados, na travessa Dr. Moraes, bairro de Nazaré, em Belém, onde pai e filho foram baleados.
Luiz Carlos Horácio passou por cirurgia em um hospital particular e se recuperou, enquanto Luigi Freire não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital Metropolitano minutos depois de dar entrada.
No dia do crime, a Polícia Civil passou a trabalhar com hipóteses de assalto ou tentativa de homicídio. “Ainda é cedo para dizer se foi assalto ou tentativa de homicídio. Com novas informações poderemos chegar ao que de fato aconteceu”, afirmou no local do crime a delegada Ione Coelho. Continue lendo...

DILMA COMEMORA O SUCESSO DO LEILÃO DE LIBRA

DILMA COMEMORA RESULTADO DO LEILÃO DE LIBRA E DIZ QUE NÃO É PRIVATIZAÇÃO 
Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil 
Brasília - A presidenta Dilma Rousseff disse que o leilão da exploração do pré-sal no Campo de Libra, na Bacia de Santos, foi um sucesso e que não pode ser confundido com privatização. Em pronunciamento na rede nacional de rádio e TV, a presidenta declarou que há “equilíbrio justo” entre os interesses do Estado e das empresas que vão explorar e produzir o petróleo.
“Pelos resultados do leilão, 85% de toda a renda a ser produzida no Campo de Libra vão pertencer ao Estado brasileiro e à Petrobras. Isso é bem diferente de privatização. As empresas privadas parceiras também serão beneficiadas, pois ao produzir essa riqueza vão obter lucros significativos, compatíveis com o risco assumido e com os investimentos que estarão realizando no país”, disse
Segundo Dilma Rousseff, o leilão representa um marco na história do Brasil. “Seu sucesso vai se repetir, com certeza, nas futuras licitações do pré-sal. Começamos a transformar uma riqueza finita, que é o petróleo, em um tesouro indestrutível que é a educação de alta qualidade”, declarou a presidenta, em referência à aprovação dos 75% dos royalties da exploração do petróleo para a educação. "Em uma década Libra  pode representar sozinho 67% de toda a produção atual de petróleo do Brasil", acrescentou.
Após a oferta do leilão, um consórcio formado por cinco empresas – a anglo-holandesa Shell, a francesa Total, as chinesas CNPC e CNOOC e a Petrobras – venceu a disputa. Dos 70% arrematados pelo consórcio, 20% são da Shell e 20% da Total. A CNPC e a Cnooc têm, cada uma, 10%, assim como a Petrobras, que já tinha garantidos 30%
Segundo Dilma, “o sucesso do leilão” vai permitir que sejam repassados à União R$ 270 bilhões em royalties, R$ 736 bilhões a título de excedente de óleo sob o regime de partilha e R$ 15 bilhões como bônus da assinatura do contrato. “Isso alcança um fabuloso montante de mais de R$ 1 trilhão”, ressaltou. 
A presidenta da República defendeu também a aplicação correta dos recursos para que seja garantida uma “pequena revolução, benéfica e transformadora”, no Brasil. Segundo ela, a exploração do Campo de Libra possibilitará a geração de milhões de empregos e o desenvolvimento industrial e tecnológico do parque naval e da indústria de fornecedores e prestadores brasileira. 
Os benefícios trazidos pela exploração também estão no campo da balança comercial brasileira, que, de acordo com Dilma, aumentará em decorrência da elevação das exportações por meio do acréscimo do volume de óleo produzido.

Leia a Coluna do Cláudio Humberto, está ótima

Cláudio Humberto é jornalista e de Brasília comanda sua coluna que mostra o panorama político nacional.
“Estamos tranquilos por seguir resolução do CNJ”
Augusto Nardes, presidente do TCU, sobre salários de ministros superiores ao tetoCONTA DOS CARTÕES: R$ 150 MI NA ERA DILMA - A conta dos cartões corporativos já ultrapassou os R$ 150 milhões desde o início do governo Dilma, em 2011. O recorde ocorreu em 2012, quando foram torrados quase R$ 60 milhões. Para variar, a Presidência da República é quem mais gastou: mais de R$ 18 milhões em 3 anos. O contribuinte só pode conhecer o total da farra: o detalhamento virou “segredo de Estado” desde o escândalo da tapioca, no governo Lula. 
INTELIGÊNCIA - A Agência Brasileira de Inteligência (sic), última a saber da espionagem americana, torrou R$ 7,2 milhões com cartões somente em 2013. 
SEM DECLARAR - Desde o início do governo Dilma, a Abin gastou quase R$ 40 milhões com cartões, sem prestar contas de nenhuma das despesas. 
INVASÃO CHINESA - Associação da indústria têxtil (Abit) anuncia o fim de 598 mil empregos, após o Brasil importar US$ 5 bilhões em têxteis da China em 9 meses.  
PCC CHINÊS - Após jejum, Diogo Mainardi volta ao Twitter avisando que “os diretores da chinesa CNPC (vencedora do leilão) estão na cadeia por suborno”. 
GOVERNO COBRA DO CONTRIBUINTE O LAGO QUE POLUIU - Erros e omissões de burocratas de órgãos ambientais como Ibram, da estrutura do governo do Distrito Federal, e Ibama, do governo federal, além da leviandade de gestores públicos, favoreceram o vazamento de óleo da caldeira do Hospital da Asa Norte, que percorreu 5km, sem qualquer contenção, até poluir o Lago Paranoá. Mas quem vai pagar tudo, além dos altos salários desses inúteis, é a vítima: o contribuinte. 
CUSTO DA DESPOLUIÇÃO - Somente a despoluição do Lago Paranoá, por empresa já contratada, vai custar R$ 2 milhões. É só uma estimativa. Pode sair bem mais caro. 
SEM RESPONSABILIDADE - Burocratas que não fiscalizaram ou negligenciaram obras para evitar o desastre ambiental não vão arcar com qualquer despesa. 
HIPOCRISIA - O omisso Ibram, do governo do DF, multou em R$ 280 mil a Secretaria de Saúde... do governo do DF. Noves fora, o contribuinte é quem paga. 
ESTADO DE SÍTIO - O Ministério Público do Rio ficou pianinho diante do “comprovante de residência” exigido de quem mora próximo do Hotel Windsor, durante o leilão de Libra, e evitou falar sobre a “tese” do direito (suspenso) de ir e vir, como num Estado de Sírio. O Exército negou ter feito isso. Mas fez. 
NO FUNDO DO POÇO - A Petrobras pedirá grana aos chineses? Deve 3 meses de aluguel de plataformas em Macaé a Brasdrill, Diamond Offshore, Ventura Petróleo e GE. A Baker Hughes demitiu 600, e a Schulumber está parando. 
OS SEM-ACESSO - Correspondentes de jornais estrangeiros vão pedir ao chanceler Luiz Alberto Figueiredo acesso ao governo. Dilma não quer papo, e até o falante ministro Guido Mantega não quer ouvir seus questionamentos. 
ATÉ PARECE CUBA - O Tribunal de Contas da União apurou que nos principais hospitais públicos do Amapá faltam leitos, equipamentos, material básico e, no mínimo, mais 750 médicos. Os R$ 57 milhões do SUS não deram conta. 
AGRESSÃO - O governador tucano Siqueira Campos (TO) puxou as orelhas, uma com cada mão, do repórter Eduardo Azevedo, após ser indagado sobre suas relações nada amistosas com a senadora Kátia Abreu (PMDB).  
DUAS CONVERSAS - O ex-ministro José Dirceu criticou publicamente Eduardo Campos e Marina Silva, ontem, mas em particular faz elogios ao presidenciável do PSB, como em almoço no dia 20 de setembro, em Brasília, diante de uma dezena de pessoas. Ele só foi mais enfático nas críticas a Dilma. 
ESPELHO MEU - O Estadão divulgou que ministros do TCU têm salários acima do teto e a farra de servidores federais (até artífices, datilógrafos etc.) em cargos do Itamaraty lá fora. Só não contou que leu as notícias nesta coluna. 
NEM PENSAR - Relator da cassação de Natan Donadon, José Carlos Araújo (PSD-BA) garante que jamais cogitou ouvi-lo no Conselho de Ética: “Tenho coisas mil vezes mais interessantes para ouvir, e elas certamente não saem e jamais sairão dos lábios de Donadon”. 
PENSANDO BEM...
...ao contrário da “autossuficiência” em petróleo propalada por Lula, agora teremos autossuficiência de chineses na Petrobras. 
PODER SEM PUDOR - É SÓ UM - O falecido Saulo Ramos era ministro da Justiça do governo José Sarney, e não se conformava com a desorganização da burocracia. Certo dia, ele se aproximou de um jornalista e perguntou, de surpresa, se ele sabia quantos geólogos o Departamento Nacional de Produção Mineral mantém em Rondônia para fiscalizar o garimpo. O jornalista reagiu no susto: "Hum?"
- Isso mesmo - respondeu Ramos, sorrindo - o DNPM só tem um geólogo...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...